Thursday, May 15, 2008

poor misguided fool

a dor existe, está aqui, é real, quase palpável, quase visível, quase fatal. é incómoda; é dor.
frustra-me a incapacidade. frustram-me as minhas incapacidades e penso nelas; concretizo-as. frustra-me a incapacidade de vir um dia a sentir certas coisas; coisas que gostaria de vir a sentir. não, não falo de amor; não me refiro à paíxão, ao encantamento, ao arrebatamento, ao desassossego passional. refiro-me a coisas maiores, muito maiores; coisas realmente importantes.
frustra-me a incapacidade de vir a sentir um dia, por mais dias que ainda possa vir a viver, ou não, estou pouco certo da minha própria capacidade de me prolongar; frustra-me a incapacidade, tácita, efectiva, inevitável, de vir a sentir coisas tão importantes como:
  • a frescura de um jacto de água que me venha, realmente, refrescar o cérebro (tão despido, tão sem qualquer tipo de revestimento, tão escancarado, tão prostrado a este céu; tão poucas vezes aberto).
  • o interior absoluto da parede que separa, há longos e longos anos, a minha casa do precipício, feroz/delicioso, que é a rua.
  • o início exacto da vida (consciente, táctil, meu).

há outras frustrações desta ordem mas, em virtude das altas concentrações de egocentrismo e tédio, por ião quadrado, na minha pessoa, recuso-me a redigi-las; prefiro senti-las.

as frustrações são para se sentir, não para se redigir.

o amor, sim, é para ser escrito (com as duas mãos).

e nós ainda tão tetrápodes.

a banda sonora das dores nas minhas mãos durante esta redacção:

"Poor Misguided Fool", by Starsailor

As soon as you sound like him

Give me a call

When you're so sensitive

It's a long way to fall

Whenever you need a home

I will be there

Whenever you're all alone

And nobody cares

You're just a poor misguided fool

Who thinks they know what I should do

A line for me and a line for you

I lose my right to a point of view

Whenever you reach for me

I'll be your guide

Whenever you need someone

To keep it inside

Whenever you need a home

I will be there

Whenever you're all alone

And nobody cares

You're just a poor misguided fool

Who thinks they know what I should do

A line for me and a line for you

I lose my right to a point of view

I'll be your guide in the morning

You cover up bullet holes

As soon as you sound like him

Give me a call

When you're so sensitive

Its a long way to fall

You're just a poor misguided fool

Who thinks they know what I should do

A line for me and a line for you

I lose my right to a point of view

No comments: