Thursday, December 06, 2012

panegiricar o amor

há, justiça seja feita, que na minha vida panegiricar o amor.
e para que o, devido, panegírico, seja feito há que tornar claro que:
- o meu amor é a coisa mais importante da minha vida
- o meu amor sabe sempre como me há-de fazer sentir melhor
- o meu amor escuta-me (isto vale o peso do meu amor em ouro)
- o meu amor diz-me coisas ao ouvido que eu sempre desejo ouvir
- o meu amor é, ao acordar, ao meio do dia, ao jantar, ao deitar, a pessoa mais singular e simples que eu conheço, não tem qualquer tipo de artifício, jogo, glamour, esquema: é o meu amor
- o meu amor agarra-me de uma forma paradoxal; agarra-me com as maiores ganas do mundo e agarra-me com o cuidado que se agarra algo que se pode a qualquer momento quebrar
- o meu amor deseja-me à distância, e eu sei
- o meu amor deseja-me na lembrança da noite passada; e eu sei
- o meu amor diz-me as coisas na cara, sem medos, sem defesas, sem acusações, sem farpas; eu sei
- o meu amor tem rituais só dele, eu sei
- o meu amor faz questão de mostrar-me o quanto eu sou desejado; eu sei
- o meu amor perdoa tanta coisa; eu sei
- o meu amor aborrece-me às vezes; eu sei e ele sabe
-o meu amor aborrece-se com o meu demonstrado aborrecimento; eu, também, sei
- o meu amor saber esperar; eu não sei
- o meu amor é muito respeitador, eu, no fundo, sei
- o meu amor nunca é feroz mas diz; ao contrário de mimo
- o meu amor parece que está em todo o lado e, ao mesmo tempo, parece que em lugar algum está
- o meu amor recebe-me em casa e quer logo levar-me para a cama, eu gosto
- o meu amor não lava a louça enquanto eu não estou; eu desgosto
- o meu amor nunca responde às mensagens de telemóvel em tempo real
- o meu amor é assim, meio aluado, e eu, no fundo, nem acho mal
- o meu amor come, com apreço, a comida que eu faço
e
 todos os dias adormece no meu regaço.

piroso? sim. mas só quem tem um amor pode falar disto.

eu, pela parte que me toca, não trocava uma palavra do que escrevi, ao meu amor, por nada.

vou deitar-me e sentir o seu respirar no meu pescoço.

e isso não se, simplesmente, define. isso sente-se: no amor.

o meu amor é esse descanso.

o meu amor é a melhor coisa do, meu, mundo.

sorte no amor; azar no jogo... que se fodam os números... eu durmo com aquele homem/amor.
e feliz de mim...

o meu amor é a minha lotaria...

No comments: