Wednesday, June 29, 2011

e assim se (de)termina um poema que há anos a si mesmo se escreve

se eu soubesse naufragar
dormiria
calmo e sempre
no justo fundo do mar.

No comments: