Sunday, September 27, 2009

the delay

caro diário, tenho de te avisar de uma coisa: o que em ti por vezes expresso é meramente residual e não é necessariamente representativo da minha actualidade. algumas vezes o que aqui concretizo é ao retardador. mas se o faço é porque há coisas que aqui têm de ficar, nem que seja para, minha, memória futura; para me lembrar de por onde devo, ou não devo, num futuro ir. para estar atento. e também, claro está, para me poder revisitar/remontar/ler. porque o tempo muda tudo, tudo!

No comments: