Thursday, August 06, 2009

o pião/peão

(uma pseudoincursão na forma aleixiana. recomenda-se que se leia em voz bem clara e alta, de modo recitativo e tosco; numa piscadela de olho constante à cantilena que a, possível, rima sugere e permite.)


o pião (ou peão, ambos servem, tanto faz) faz um desenho equilátero,
ata e desata nós no cordel
que nada mais é do que a narrativa
da sua atabalhoada fuçanguice, para ir parar longe: ao teatro.

mas, vai-se a ver, e é tudo por amor, tudo.


onan, claro está, aprecia o espectáculo, onaniza-se e, como sempre, ri-se (muito).

No comments: