Sunday, February 05, 2006

jorro

paralisar, pulsar, perpetuar, proporcionar, propulsar, pulsar, o ar.

palavras com p. uma palavra com a.
vou falar-te dela para te poder falar de mim. falo-te de dela e cito-me a mim. ela nasceu-me. mas ela ainda não vive. vive pouco. vai vivendo, dentro de mim e dentro de cinco páginas word dentro deste computador. tenho-me esquecido dela mas ela não se tem esquecido de mim. temos estado de costas voltadas um para o outro mas ela vai-se fazendo. vai-se nascendo, percebes?
cham-se Elisa e tem quarenta anos. tem um namorado de vinte cinco. o outro tem sessenta e a outra tem cinquenta. ela está muito triste. perturbada, percebes?

não, não te vou falar mais nela, percebes?
.....................................................................................

quando sorria abria no rosto uma covinha,
rasgava o céu só de olhar para o mesmo e conduzia uma motinha.
desmaiavam as meninas à entrada da cozinha,
se fosse barbeiro em Sevilha deixava de ser erva daninha.
queria ser outra vez puro, queria pôr-se na linha,
jejuava aos domingos e feriados e nunca sabia ao que ia. mas vinha.

.....................................................................................

"tenho fome não de pão
tenho sede não de vinho
tenho fome de um abraço
tenho sede de um beijinho"

"quando a tarde estiver triste
e estiver quase a chover
lembra-te que são meus olhos
a chorar por não te ver"

"gosto de ti porque gosto
gosto de ti porque sim
gosto de ti porque aposto
que também gostas de mim"

"i have a pen
my pen is blue
a have a friend
my friend is you"

"quando nos vêem juntos
começam logo a criticar
mas isso que me interessa?
o que me importa é te amar.
i love you é inglês
je t'aime é francês
mas para falar a verdade
amo-te em português."

um dia hei-de juntar todas estas pérolas num lindo espectáculo para os porcos.

No comments: