Monday, August 08, 2005

tabula rasa

vou ter de começar tudo do zero. estou a zeros, a todos os níveis da minha existência. sou o grande possuidor de coisa nenhuma. à excepção dos meus amigos e do seu amor e do meu (bom/mau)génio. vou ter de começar tudo de novo. vou ter de ser feroz. vou fechar as comportas da minha susceptibilidade. conceitos como: amor idílico, benevolência, entrega incondicional, fragilidade, admiração, comprometimento, suspensão passional, vulnerabilidade e boa vontade para com o alheio estarão por ora em stand by. luto pela sobrevivência.
era para ir para o algarve mas já não posso ir. vou ter de ficar cá e começar a minha vida do zero. tenho de ser implacável. tenho de recuperar o tempo e energias perdidos. tenho de ser o que quero ser. tenho de ser duro, meticuloso e feroz.

from now on i'll be the major bitch. é o único remédio. eu só quero ser o que quero vir a ser. tenho-me descuidado nesse processo. está na hora de mergulhar nele em definitvo. quero voltar a sentir o sabor da realização e da vitória. quero voltar a sentir-me ligado a mim. acabou o sono. é tempo de guerra.
perdi demasiado tempo a sonhar com o el dorado do amor e da paz. os tempos são de guerra e fúria.
quem bom, a minha fúria voltou. os obstáculos serão inimigos. os amigos serão os que souberem avaliar ao retardador. eu serei a luta em si mesma.
o meu mau génio está ávido de vida. e como é certo e sabido "estar vivo é o contrário de estar morto". e eu já ando morto há uns tempos.

1 comment:

Edgar said...

Acho óptima essa determinaçao amor. Mas nao faças coisas que nao queres, com quem nao queres. E nao o faças, simplesmente porque nao queres.

Beijo de sempre.