Monday, March 21, 2005

os teus olhos

(parabéns, agora por escrito e um dia depois)

os teu olhos
são duas tochas de noite prestes a madrugar.
os teus olhos
são dois barcos irmãos com apetites de luar.
os teus olhos
são glaciares vistos de cima numa noite antes do verão.
os teus olhos
são trilhos-cometas-meninos; são nuvens doces de alcatrão.
os teus olhos
são a voz criada na espera e sabem quando calar.
os teus olhos
são situações, são novas feras, rugem,
no fundo limpo do mar.
os teus olhos
são duas janelas abertas para uma estrada lunar.
os teus olhos
são portões, são cinemas, um coração a pulsar.
os teus olhos
são duas tochas de noite,luz,
estradas para eu percorrer.
os teus olhos são muito antes da noite; o meu terno anoitecer.

No comments: